Empossados vereadores da 18ª legislatura da Câmara de Curitiba

por Fernanda Foggiato — publicado 01/01/2021 17h50, última modificação 01/01/2021 21h20
Índice de renovação foi de 47%. Eleição da Mesa Diretora será neste sábado (2).
Empossados vereadores da 18ª legislatura da Câmara de Curitiba

A Mesa Provisória foi composta por Indiara Barbosa, Tito Zeglin e Carol Dartora. (Foto: Rodrigo Fonseca/CMC)

Em sessão virtual na tarde desta sexta-feira (1º), a Câmara Municipal de Curitiba (CMC) instalou sua 18ª legislatura (2021-2024). Com um índice de renovação de 47%, tomaram posse os 20 reeleitos ao Legislativo da capital e os 18 novos vereadores. “Cada um que foi empossado nesta tarde é porta-voz do povo, com a responsabilidade redobrada de fiscalizar e levar respostas. Minha mensagem é de fé e otimismo. Sei do compromisso de que todos aqui fazem política com ética e propostas de qualidade, em conjunto com o diálogo e a construção de um futuro melhor”, saudou Osias Moraes (Republicanos).

“A consolidação da democracia está aqui, no dia a dia do Palácio Rio Branco, na tribuna Bento Munhoz da Rocha Neto, mesmo agora de forma virtual. Espaço que agrega diversas opiniões, abriga o pluralismo e as projeções dos avanços que devem ser concretizados para o desenvolvimento e o alcance da justiça social”, acrescentou ele, reeleito para o segundo mandato e vice-líder do prefeito Rafael Greca na última legislatura. Moraes foi o mais votado entre os pares, durante a sessão preparatória, para discursar em nome da nova bancada.


Conforme determina o Regimento Interno da Câmara Municipal, a cerimônia foi presidida pela parlamentar mais votada, Indiara Barbosa (Novo). Eleita para o primeiro mandato, ela registrou o feito de pela primeira vez uma mulher ter sido a recordista de votos para uma cadeira na Casa.

Assim como na sessão preparatória, ela foi secretariada pelo decano Tito Zeglin (PDT). Ele prestou o compromisso legal em nome dos demais vereadores, que o acompanharam, com a declaração de “assim o prometo”, por meio da plataforma Zoom, utilizada desde março para a realização das sessões plenárias, reuniões de comissões e demais atividades da CMC.


A Mesa Provisória também contou com a presença de Carol Dartora (PT), a primeira vereadora negra do Legislativo de Curitiba e terceira mais votada, que leu o termo de posse. Além dela, Indiara Barbosa e Tito Zeglin assinaram os termos na sessão de instalação, realizada de forma virtual devido à pandemia da Covid-19.

Os demais parlamentares assinarão o documento e farão as fotos oficiais neste sábado (2), já que a sessão especial para a eleição da nova Mesa Diretora será presencial, a partir das 14 horas (saiba mais). Além do presidente da Câmara para o biênio 2021-2022, serão definidos o primeiro e o segundo vice-presidentes; o primeiro, o segundo, o terceiro e o quarto-secretários; o corregedor e o vice. A atividade também será transmitida, em tempo real, pelos canais oficiais da CMC nYouTubeno Facebook e no Twitter.

Prestigiaram a sessão virtual o presidente da Associação Comercial do Paraná (ACP), Camilo Turmina; o general Carlos José Russo Assumpção Penteado, comandante da 5ª Divisão de Exército do Exército Brasileiro; o tenente-coronel Pablo Damasceno Sales, que representou o general de brigada Ronaldo Morais Brancalione, comandante da 5ª Região Militar; e o diretor-geral do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), Valcir Mombach, que representou o presidente da instituição, o desembargador Tito Campos de Paula.

Confira mais fotos da solenidade no Flickr da CMC.

Perfil da legislatura
A 18ª legislatura tem 20 vereadores reeleitos e 18 “novatos”. Permanecem na CMC: Beto Moraes (PSD), Dalton Borba (PDT), Ezequias Barros (PMB), Herivelto Oliveira (Cidadania), Marcos Vieira (PDT), Maria Leticia (PV), Mauro Bobato (Pode), Mauro Ignácio (DEM), Noemia Rocha (MDB), Oscalino do Povo (PP), Osias Moraes (Republicanos), Pier Petruzziello (PTB), Professor Euler (PSD), Professora Josete (PT), Sabino Picolo (DEM), Serginho do Posto (DEM), Tico Kuzma (Pros), Tito Zeglin (PDT), Toninho da Farmácia (DEM) e Zezinho Sabará (DEM).

Ingressam na Casa: Alexandre Leprevost (Solidariedade), Amália Tortato (Novo), Carol Dartora (PT), Denian Couto (Pode), Eder Borges (PSD), Flávia Francischini (PSL), Hernani (PSB), Indiara Barbosa (Novo), João da 5 Irmãos (PSL), Jornalista Márcio Barros (PSD), Leônidas Dias (Solidariedade), Marcelo Fachinello (PSC), Nori Seto (PP), Pastor Marciano Alves (Republicanos), Renato Freitas (PT), Salles do Fazendinha (DC), Sargento Tânia Guerreiro (PSL) e Sidnei Toaldo (Patriota).

Na eleição proporcional mais acirrada desde a redemocratização, o eleitorado manteve a média histórica e renovou 47% dos componentes da Câmara Municipal de Curitiba para os próximos quatro anos. A maior bancada será a do DEM, com cinco parlamentares. Com a eleição de oito mulheres, a bancada feminina manteve o recorde histórico de oito vereadoras.

O Legislativo terá em plenário de cientista político a policial militar, sendo que o decano é Tito Zeglin, reeleito para o nono mandato. Entre os suplentes estão 13 ex-vereadores que não conseguiram a eleição, mas estão relacionados caso haja substituições. Na 17ª legislatura, sete suplentes foram convocados para exercer o mandato parlamentar.