Reeleito, Tito Zeglin será o vereador com maior número de mandatos em 2021

por Pedritta Marihá Garcia — publicado 16/11/2020 12h55, última modificação 16/11/2020 15h32
O parlamentar foi eleito pela primeira vez em 1982. De lá para cá, só não conseguiu ocupar uma vaga no Legislativo no pleito de 2000.
Reeleito, Tito Zeglin será o vereador com maior número de mandatos em 2021

Com a reeleição, Zeglin vai para o 9º mandato na Câmara Municipal de Curitiba. (Foto: Rodrigo Fonseca/CMC)

Com 4.747 votos, o vereador Tito Zeglin (PDT) foi reeleito para seu 9º mandato na Câmara Municipal de Curitiba (CMC). A marca o coloca como o parlamentar com maior número de mandatos na próxima legislatura – posição que ele já ocupa atualmente no Legislativo, com oito mandatos. Casado, com 66 anos, o vereador é jornalista e radialista, formado pela PUC-PR.

“A minha sensação é de agradecimento a este povo maravilho de Curitiba, que me proporcionou mais uma oportunidade. Eu, sinceramente, fico muito feliz, porque não é fácil ficar tanto tempo na Câmara e prestar um serviço como estou prestando. Me sinto gratificado e em condições de dar a minha contribuição para a cidade. [São] mais 4 anos e vamos fazer um grande trabalho para colaborar com nosso povo, nossa gente, nossa cidade”, disse o parlamentar.

Sobre a renovação de 47% das cadeiras do Legislativo, ele diz esperar que os 18 novos colegas cumpram com seu papel legítimo de representante do povo, exercendo o poder da fiscalização junto ao Executivo. “Tem muita coisa a ser feita, nossa cidade passa por muitas transformações, em todos os momentos. Não tem nada terminado. Estamos apenas fazendo, refazendo, e a cidade precisa de vereadores que realmente exerçam suas atividades para o bem de Curitiba”.

A favor de “obras e boas ações”, Tito Zeglin se posiciona como um parlamentar que apoia, mas cobra quando é necessário. “Nossa bancada [do PDT] vai ter um papel importante. Que vai ajudar a decidir e definir algumas situações. A bancada está unida. Os três vereadores atuais foram reeleitos, Marcos Vieira, Dalton Borba e eu. Não estamos aqui só para criticar, assim como não estamos aqui só para elogiar. Temos que ter um meio termo. O correto, a gente apoia. E aquilo que houver dificuldade estamos aqui para mostrar o que está acontecendo”, finalizou.

 Números

Tito Zeglin foi eleito pela primeira vez ao cargo em 1982, pelo PMDB (6.485 votos). De lá para cá, seguiu se reelegendo, com a exceção das eleições municipais de 2000, com as seguintes votações: 1988 (2.699 votos, PTB), 1992 (4.088 votos, PTB), 1992 (4.088 votos, PTB), 1996 (7.623 votos, PTB), 2004 (9.224 votos, coligação PDT/PAN/PRONA), 2008 (10.373, coligação PDT/PTN), 2012 (7.743 votos, coligação PDT/PT/PV) e 2016 (7.447 votos, coligação PDT/PRB). Saiba mais sobre a trajetória do parlamentar no Legislativo.