Em 2014, Urbanismo aprofundou debate sobre Plano Diretor

por Assessoria Comunicação publicado 28/01/2015 16h25, última modificação 28/09/2021 10h34

A Comissão de Urbanismo, Obras Públicas e Tecnologia da Informação da Câmara  Municipal realizou, em 2014, 11 reuniões e emitiu 62 pareceres. Também foram promovidas 10 audiências públicas, sendo nove delas referentes à revisão do Plano Diretor de Curitiba (leia mais). No final do ano passado, Jonny Stica (PT), presidente da comissão, entregou ao então presidente da Casa, vereador Paulo Salamuni (PV), o relatório de 500 páginas com as sugestões apresentadas durante as audiências públicas.

“Nosso trabalho foi muito produtivo no ano que passou. As diversas audiências promovidas e a participação popular permitiram que as sugestões para a revisão do Plano fossem sistematizadas e encaminhadas à Prefeitura de Curitiba. Quando o texto do Plano Diretor vier para apreciação na Câmara, estaremos prontos para aprofundar as discussões”, declarou Jonny Stica.

O relatório produzido pela Comissão de Urbanismo, em conjunto com o Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Paraná (CAU), também foi entregue ao Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc). Mais informações sobre o assunto podem ser acessadas pela página do Plano Diretor, no site da Câmara.

Tecnologia da Informação

No ano que passou, a Comissão incluiu o tema “Tecnologia da Informação e Software” como alçada do colegiado. A alteração partiu de um projeto de resolução de autoria do vereador Felipe Braga Côrtes (PSDB), que alterou o Regimento Interno da Câmara (leia mais).

A partir dessa decisão, a Comissão de Urbanismo se tornou responsável pela emissão de parecer sobre matérias relacionadas às áreas tecnológicas, além de desenvolvimento urbano, mobilidade e habitação. Em diversas ocasiões, os vereadores receberam empresários do setor e debateram as reivindicações destes (leia mais).

Formavam a Comissão de Urbanismo em 2014 os vereadores Jonny Stica, como presidente, junto de Bruno Pessuti (PSC), Felipe Braga Côrtes, Helio Wirbiski (PPS) e Toninho da Farmácia (PP).