Árvores sem poda podem causar acidentes, alertam vereadores

por Assessoria Comunicação publicado 28/01/2015 17h10, última modificação 28/09/2021 10h34

Somente em janeiro deste ano, os vereadores já protocolaram oito requerimentos à Prefeitura de Curitiba requisitando poda de árvores. Nos pedidos, eles alertam para o risco de dano à rede elétrica, acidentes no caso da queda de galhos e obstrução da visão dos motoristas. Em 2014, foram registrados mais de 300 pedidos dessa natureza.

Bruno Pessuti (PSC) pede, por exemplo, a avaliação fitossanitária para corte ou poda de uma árvore localizada na rua José Molenda, no bairro Xaxim (044.00031.2015). Segundo ele, a árvore que se localiza em frente a uma residência está danificada e apresenta risco de queda de galhos nos fios da rede elétrica. Sabino Picollo (DEM) pediu o corte de uma árvore na Alameda Doutor Carlos de Carvalho, esquina com a rua Lourenço Gbur, no bairro Campina do Siqueira (044.00372.2015).

Alertando para o risco de acidentes no caso de queda repentina de galhos, o vereador Chicarelli (PSDC) solicitou poda de árvores na rua Bom Jesus do Iguape, no Boqueirão (044.00595.2015). Cacá Pereira (PSDC) solicitou poda de árvores em vários pontos da rua 24 de maio, pois o “excesso de galhos” estaria dificultando a visão dos motoristas que trafegam por essa região do Rebouças (044.00607.2015).

O pedido feito por Pereira à prefeitura é reforçado por outro requerimento, da vereadora Dona Lourdes (PSB), para o mesmo trecho da rua 24 de maio (044.00246.2015). “Os moradores e transeuntes alegam que a falta de poda, que não ocorre há mais de dois anos, prejudica a visibilidade”, argumenta a parlamentar.

Entulho e plantio
Árvores que caíram e impedem a passagem de pedestres motivaram três requerimentos do vereador Geovane Fernandes (PTB) em janeiro deste ano. Nas solicitações, o parlamentar indica endereços na via Zonardy Ribas (044.00414.2015) e na rua do Operador (044.00416.2015), ambos no Boqueirão, como locais que precisam dessa coleta de entulho. O outro pedido foi para o Xaxim, na rua Coronel José Leal Fontoura (044.00436.2015).

Jorge Bernardi (PDT), por sua vez, pediu o plantio de ipês na rua Professor Agostinho Veiga, na margem da via onde não há casas construídas. “A presença das árvores, além de revitalizar o local, poderia inibir o acúmulo de lixo que existe na rua”, argumenta o parlamentar. A via fica no bairro Sítio Cercado (044.00004.2015).