Lombadas no CIC, Cajuru e Novo Mundo precisam de pintura

por Assessoria Comunicação publicado 28/01/2015 18h00, última modificação 28/09/2021 10h34

A Prefeitura de Curitiba recebeu, em janeiro de 2015, cinco requerimentos de vereadores solicitando pintura de lombadas. Segundo os parlamentares Carla Pimentel (PSC), Tito Zeglin (PDT) e Chicarelli (PSDC), a ausência da sinalização característica pode fazer com que esses redutores de velocidade provoquem acidentes de trânsito em vez de evitar que eles aconteçam.

Dos cinco requerimentos, três são da vereadora Carla Pimentel e pedem pintura de lombadas no bairro Cidade Industrial de Curitiba (CIC). Os redutores ficam na rua Herecê Fernandes, em frente ao número 394 (044.00143.2015), na rua Leony Medeiros Guimarães, número 261 (044.00083.2015), e na rua João Evangelista Filho, próximo a esquina com a rua Doutor Arno Duarte (044.00088.2015).

Tito Zeglin (PDT) pediu a manutenção da pintura de lombada da rua Sebastião Malucelli, próximo ao número 196, no bairro Novo Mundo (044.00573.2015). Já o vereador Chicarelli (PSDC) requisitou atenção da prefeitura em relação à lombada situada na rua da Trindade, número 1359, no Cajuru (044.00617.2015).

Redutores de velocidade
Em janeiro deste ano já foram registrados requerimentos solicitando implantação de mais lombadas em Curitiba. É o caso da solicitação 044.00462.2015, feita pelo vereador Colpani (PSB), que pede estudos para a instalação de redutor de velocidade perto do Centro Municipal de Educação Infantil Vila Leonice, no bairro Cachoeira.

Solicitações semelhantes foram feitas pelos vereadores Pier Petruzziello (PTB), que, requisitou lombada na altura do número 2.625 da rua Affonso Camargo, no Cristo Rei (044.00369.2015); Carla Pimentel, que indicou a rua Professor Leônidas Ferreira da Costa, no Parolin (044.00120.2015); e Chicarelli, que pediu redutor de velocidade na  rua da Trindade, no Cajuru (044.00616.2015), e na via denominada Cid Campelo, no CIC (044.00608.2015).