Com 6 mandatos, Julieta Reis encerra sua trajetória no Legislativo

por Pedritta Marihá Garcia — publicado 16/12/2020 17h35, última modificação 16/12/2020 18h36
Com 24 anos de parlamento, Julieta Reis é a mulher com mais mandatos na história da Câmara de Curitiba.
Com 6 mandatos, Julieta Reis encerra sua trajetória no Legislativo

Julieta Reis ocupou a Mesa Diretora quatro vezes em 24 anos de CMC. Presidente da CCJ, ela também foi a primeira procuradora da Mulher no Legislativo. (Foto: Rodrigo Fonseca/CMC)

Uma mulher com uma representação marcante na Câmara Municipal de Curitiba (CMC) se despediu do Legislativo nesta quarta-feira (16). Julieta Reis (DEM), vereadora há 24 anos, participou da sua última sessão plenária, marcada por uma homenagem à sua trajetória – contada em um vídeo produzido pela Diretoria de Comunicação da Casa. A madrinha dos artesãos, como é carinhosamente conhecida na cidade, ainda recebeu agradecimentos dos colegas de parlamento.

Assista ao vídeo de homenagem à vereadora Julieta Reis.

Servidora pública municipal aposentada e curitibana de nascimento, Julieta Maria Braga Côrtes Fialho dos Reis fez parte da equipe que organizou a Fundação Cultural de Curitiba, a Feira do Largo da Ordem e o Bondinho da XV. Defensora dos direitos dos vendedores ambulantes, também sempre trabalhou pelo desenvolvimento da área cultural da cidade, das feiras livres e das microempresas. 

Foi eleita vereadora pela primeira vez em 1996, com 5.123 votos pelo Partido da Frente Liberal (PFL), hoje o Partido Democratas (DEM). De lá para cá, não perdeu uma única eleição, somando 42.579 votos, e com 24 anos ininterruptos de parlamento, se tornou a mulher com mais mandatos na história do Legislativo. Ocupou a Mesa Diretora em quatro oportunidades: foi quarta-secretária nos biênios 2003/2004 (14ª legislatura) e 2005/2006 (15ª legislatura); segunda vice-presidente na gestão 2013/2014 (16ª legislatura); e terceira-secretária no biênio 2017/2018 (17ª legislatura). 

Em seis mandatos, protocolou 364 projetos de lei individuais, dos quais 233 foram sancionados. É autora, por exemplo, da lei municipal 14.148/2012, que oficializou a Feira do Largo da Ordem, aprovada pela CMC em novembro de 2012. Também assina a lei 11.535/2005, que regulamenta a instalação das antenas de telefonia celular (ERBs) no município, acatada pelo plenário em setembro de 2005. Outra norma importante de iniciativa de Julieta Reis é a lei municipal 10.574/2002, que garante o acesso gratuito ao exame Papanicolau, de prevenção ao câncer de útero, aprovada em outubro de 2002.

Primeira procuradora da Mulher na CMC, a história de Julieta Reis foi marcada por participações nas comissões permanentes, como a de Urbanismo, Obras Públicas e Tecnologias da Informação, e de Serviço Público. Também contribuiu com os trabalhos das comissões especiais para revisão da Lei Orgânica do Município (LOM) e do Regimento Interno da Casa. Atuou no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar e hoje encerra sua trajetória no parlamento como presidente da Comissão de Constituição e Justiça. 

“Julieta Reis, você não sabe o carinho que tenho por você. A forma como você me acolheu, você sempre foi muito firme e me ajudou muito na condução da Câmara”, comentou Pier Petruzziello (PTB), na despedida da parlamentar. “Obrigado pelo exemplo, pelo companheirismo. Você sempre foi uma pessoa dedicada e exemplo vivo nesta Câmara Municipal”, completou Tito Zeglin (PDT), que presidiu a última sessão plenária do ano. 

Para a vereadora, participar de seis mandatos consecutivos foi uma “honra pessoal imensa”. “É um agradecimento que faço a todos que confiaram em mim, aos meus amigos, aos segmentos que eu trabalhei durante todos esses anos com muita força, muito apego, muita determinação. Aos pequenos empreendedores, ao pessoal do artesanato, ao pessoal da área cultural. Vamos continuar trabalhando e acompanhando todos vocês aqui da CMC”, finalizou Julieta Reis, a mulher com mais mandatos na história do Legislativo.