Notas da sessão plenária de 4 de novembro

por Pedritta Marihá Garcia e José Lázaro Jr — publicado 04/11/2020 19h22, última modificação 04/11/2020 19h22
Proposições lidas no pequeno expediente, debates, registros, visitas e outros conteúdos.

Impacto financeiro

Requerimento de pedido de informações oficiais à Prefeitura de Curitiba que solicita um estudo de impacto orçamentário-financeiro para a aplicação do projeto de lei que cria a função do mediador de conflito nas escolas municipais (005.00132.2019). A proposição (062.00699.2020) é de iniciativa de Pier Petruzziello (PTB).

EstaR e emenda 

“Quais os motivos para a fechamento do estacionamento rotativo na avenida Sete de setembro desde a rua Mariano Torres até o mercado municipal?”, pergunta o vereador Mestre Pop (PSD) em pedido de informações ao Poder Executivo (062.00700.2020). Também é do mesmo vereador, requerimento (062.00701.2020) que questiona quando será executada uma emenda que alocou R$ 250 mil no orçamento de 2017 para a implantação de um módulo da Guarda Municipal no Parque Rio Bonito (308.00020.2016). 

Coreto Digital 

Pedido de informações oficiais de Mauro Bobato (Pode) pergunta à prefeitura qual critério usado para a implantação do Coreto Digital no Passeio Público e qual o valor de implantação da obra (062.00702.2020).

Em tramitação

Com a leitura no pequeno expediente de hoje, começou a tramitar oficialmente no Legislativo o projeto de lei que denomina um dos logradouros públicos de Curitiba de Luiz Alberto Machado. Falecido em junho de 2016, ele era natural de São Paulo. Foi professor titular da UFPR e da PUC-PR. A iniciativa (009.00024.2020) foi protocolada na CMC por Sabino Picolo (DEM). 

Emergência cardíaca

O vereador Bruno Pessuti (PSD) registrou em plenário que seu pai, Orlando Pessuti, ex-governador do Paraná, passou por uma angioplastia bem-sucedida nesta semana, para a colocação de mais dois stents. Ele agradeceu aos médicos responsáveis pelo diagnóstico e tratamento. “Ainda está internado, mas vai se recuperar. A gente fica feliz de contar com o Pessutão por mais tempo”, comemorou.

Restrições eleitorais

A cobertura jornalística dos atos públicos do Legislativo será mantida, objetivando a transparência e o serviço útil de relevância à sociedade. Também continua normalmente a transmissão das sessões plenárias e reuniões de comissões pelas mídias sociais oficiais do Legislativo (YouTube, Facebook e Twitter). Entretanto, citações, pronunciamentos e imagens dos parlamentares serão controlados editorialmente até as eleições, adiadas para o dia 15 de novembro de 2020, em razão da pandemia do novo coronavírus.

Em respeito à legislação eleitoral, não serão divulgadas informações que possam caracterizar uso promocional de candidato, fotografias individuais dos parlamentares e declarações relacionadas aos partidos políticos. As referências nominais aos vereadores serão reduzidas ao mínimo razoável, de forma a evitar somente a descaracterização do debate legislativo (leia mais).