Em busca de experiência profissional? Saiba mais sobre o programa de estágio da CMC

por Mauricio Geronasso*, especial para a CMC — publicado 23/09/2022 15h50, última modificação 23/09/2022 16h30
A Câmara de Curitiba já oferta vagas para estudantes de nível médio e de graduação.
Em busca de experiência profissional? Saiba mais sobre o programa de estágio da CMC

Programa de estágio da Câmara Municipal de Curitiba. (Foto: Carlos Costa/CMC)

Pretendo cursar Economia e esse estágio é minha primeira experiência profissional. As atividades que desenvolvo aqui fazem com que eu tenha contato com muitas pessoas que podem me auxiliar nas minhas escolhas profissionais”, conta Guilherme Viudes Estevão, de 16 anos, estudante do Ensino Médio e estagiário na Câmara Municipal de Curitiba (CMC).

Para muitos, o estágio representa o primeiro contato com a área de interesse profissional. É a possibilidade de entender, na prática, como funcionam os processos de trabalho. Com uma carga horária reduzida, o estudante pode aprimorar suas habilidades e competências individuais, se integrando ao mundo profissional.

Mas o mercado também evidencia outros perfis de candidatos, que buscam oportunidades em novas áreas de atuação. É o caso da estudante Ieda Maria Bernert de Almeida. Atualmente na terceira graduação, ela estagia no Arquivo da Câmara, onde são preservados mais de 270 anos de história da cidade (saiba como consultar o acervo).

Sou formada em Psicopedagogia e Letras, mas durante a pandemia resolvi estudar Biblioteconomia. Encontrei a vaga através do CIEE e hoje tenho a oportunidade de aprender um pouco da história de Curitiba através dos livros e documentos disponíveis aqui na CMC”, relata Ieda.

 

 

O programa de estágio da Câmara de Curitiba é desenvolvido em parceria com o Centro de Integração Empresa-Escola do Paraná (CIEE/PR). Além da estrutura administrativa da Casa, a exemplo de assessoria jurídica, serviços de saúde e comunicação social, existem vagas nos gabinetes parlamentares.

O contrato vigente prevê a contratação de até 150 estagiários. As vagas são divididas da seguinte maneira: 70 entre alunos de Ensino Médio e técnico; outras 70 para estudantes de graduação; além de 10 oportunidades para os de pós-graduação, que ainda dependem de deliberação da Diretoria da Casa para serem ofertadas. Desse total, 113 estão preenchidas.

Os perfis procurados variam conforme a necessidade da área específica da lotação, sendo que hoje nosso quadro de estagiários é composto por 60% de mulheres, tendo estagiários desde os 16 anos até os 54 anos”, esclarece a servidora Amanda Henrichs Poletto de Souza, chefe da Divisão de Administração de Pessoal da Câmara.

Como se candidatar?
A CMC mantém contrato com o CIEE desde 2013. A instituição comunica o parceiro quando há uma nova oportunidade de trabalho, que, então, é divulgada em sua plataforma para consulta dos interessados. É necessário que o estudante mantenha o cadastro atualizado e fique de olho nas vagas ofertadas.

O estágio pode durar até dois anos, desde que mantido o vínculo com a instituição de ensino. Ou seja, se o curso for trancado, o contrato não poderá ter continuidade. Os valores da bolsa-auxílio mensal são de R$ 748 para alunos de nível médio e de R$ 998 para os de graduação.

Também é ofertado auxílio-transporte, depositado no fim do mês com a bolsa-auxílio, equivalente ao custo de duas passagens de ônibus por dia trabalhado. A carga horária, para alunos dos níveis médio e superior, é de 4 horas; já para os estudantes de pós-graduação, 6 horas diárias. Independentemente da jornada, o trabalho ocorre no contraturno das aulas.

Quer saber mais sobre o programa de estágio da Câmara de Curitiba? O portal da instituição disponibiliza uma seção para esclarecer dúvidas (clique aqui). 

CMC Explica
Para reforçar o compromisso da Câmara de Curitiba com a transparência pública, foi lançada neste ano a editoria #CMCExplica, na qual são apresentadas, em forma de tutorial, as principais ferramentas de controle social disponibilizadas pela Casa. São dicas de como achar documentos oficiais, de onde acessar as respostas às perguntas mais frequentes e de localização do Dicionário do Legislativo, por exemplo, que tornam o acompanhamento do trabalho parlamentar mais acessível à população.

Restrições eleitorais
Em respeito à legislação eleitoral, a comunicação institucional da CMC será controlada editorialmente até o dia 2 de outubro. Nesse período, não serão divulgadas informações que possam caracterizar uso promocional de candidato, fotografias individuais dos parlamentares e declarações relacionadas a partidos políticos, entre outros cuidados. As referências nominais serão reduzidas ao mínimo razoável, de forma a evitar somente a descaracterização do debate legislativo.

Ainda que a Câmara de Curitiba já respeite o princípio constitucional da impessoalidade, há dez anos, na sua divulgação do Poder Legislativo, publicando somente as notícias dos fatos com vínculo institucional e com interesse público, esses cuidados são redobrados durante o período eleitoral. A cobertura jornalística dos atos do Legislativo será mantida, sem interrupção dos serviços de utilidade pública e de transparência pública, porém com condicionantes (saiba mais).

*Notícia elaborada pelo estudante de Jornalismo Mauricio Geronasso*, especial para a CMC
Supervisão do estágio: José Lázaro Jr.
Revisão: Vanusa Paiva