Notas de Plenário II - Sessão Ordinária de 29 de outubro

por Assessoria Comunicação publicado 29/10/2013 15h00, última modificação 20/09/2021 12h20
Orçamento público I
Foi lido na sessão plenária desta terça-feira (29) projeto de lei (013.00011.2013) que visa alterar as diretrizes orçamentárias para 2014. De acordo com a mensagem do prefeito Gustavo Fruet, a alteração é necessária para compatibilizar os três instrumentos de planejamento do município: Plano Plurianual (PPA), Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e Lei Orçamentária Anual (LOA).

Orçamento público II
O texto passa por três sessões para recebimento de emendas a partir desta terça. Após esse período e da análise das emendas que venham a ser apresentadas, o projeto virá à pauta para discussão e votação. Além desta alteração, os vereadores devem votar, até 20 de dezembro, o PPA e o orçamento público para o ano que vem.

Obras na 116 I
Tito Zeglin (PDT) parabenizou o governador Beto Richa pela liberação de um trecho de três quilômetros da BR 116 que estava em obras e foi entregue à população. Segundo Zeglin, a via liga os municípios de Curitiba e Fazenda Rio Grande e a abertura do tráfego beneficia usuários do transporte coletivo e demais motoristas. “Apelei ao governo estadual na semana passada e, para minha surpresa, a obra foi liberada no sábado (26)”. (Foto 1)

Obras na 116 II
Tico Kuzma (PROS) observou que no último dia 24 foi realizado um encontro na Ceasa  de Curitiba para debater sobre a continuidade das obras de duplicação e outras benfeitorias, como trincheiras e acessos, na rodovia. Segundo ele, o líder do prefeito, Pedro Paulo (PT), um representante de Geovane Fernandes (PTB), além de  moradores, comerciantes da região, representantes da concessionária Auto Pista, da prefeitura de Curitiba e da Polícia Militar participaram da reunião. Kuzma acrescentou que no próximo dia 8/11 haverá uma nova rodada de discussões sobre o assunto, também na Ceasa, e convidou todos os vereadores a participar do evento.
 
Linha Verde Sul
Maior celeridade nas obras da Linha Verde Sul, na região do bairro Pinheirinho, foi tema de pronunciamento de Tito Zeglin (PDT). O parlamentar apelou para a “sensibilidade” do prefeito Gustavo Fruet, visto que as intervenções estariam causando transtornos, prejudicando moradores e comerciantes e o término da obra está previsto para março do ano que vem. “Meu pedido é que as obras não sejam interrompidas aos finais de semana, nem aos feriados, para que fiquem concluídas o quanto antes”, reivindicou.

Presença
Jorge Bernardi (PDT) registrou a presença em plenário de Antonio Damiani, autor do livro Ética – por um aprendiz no caminho, e também de Rafael Cury, presidente do Instituto Galileo Galilei. Os convidados acompanharam a sessão. (Foto 2)

Guarda Municipal I
No pequeno expediente desta terça-feira (29) foram lidos três requerimentos de Tico Kuzma (PROS), entre eles o que solicita informações sobre a atuação da Guarda Municipal de Curitiba nas escolas municipais que atendem o ensino fundamental (6º ao 9º ano). No documento, o parlamentar questiona por quê a Escola “Maria Clara Brandão Tesserolii”, no Novo Mundo, não conta mais com a presença de um guarda.

Guarda Municipal II
“Até recentemente, a escola contavam com um guarda municipal, que colaborava, orientava e dava segurança aos alunos. Mas o profissional foi retirado do local. Alunos, pais e professora não concordam com tal decisão. Percebe-se que a Guarda Municipal vem, aos poucos, deixando de estar presente constantemente nas instituições de ensino”, justificou Kuzma.

Casa Klemtz
Em pedido de informações, a segunda vice-presidente do Legislativo, Julieta Reis (DEM), questiona a Prefeitura de Curitiba sobre o abandono da Casa Klemtz, localizada no bairro Fazendinha. “A casa é histórica e é de responsabilidade da administração municipal. Todavia está abandonada, pichada e virou reduto de consumidores de drogas. As cercas e portões estão quebrados”, explicou a parlamentar.

CMEI
Outro requerimento lido na sessão de hoje foi o de Mestre Pop (PSC), que indaga se a Secretaria Municipal de Educação (SME) vai assumir o Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Esperança, localizado na região sul da capital. Segundo o vereador, a unidade é conveniada com o Hospital Evangélico e corre o risco de fechar, prejudicando cerca de 125 crianças que são assistidas no local.

Rodoferroviária
No pequeno expediente, ainda foram lidos dois pedidos de informações de Professor Galdino (PSDB). Em um dos documentos, o parlamentar pede a relação de vistorias realizadas na rodoferroviária de Curitiba pelo Corpo de Bombeiros. “Quantas foram realizadas entre 2003 e 2013? Quais foram as conclusões obtidas pela corporação através das vistorias?”, indaga.