Melhorias viárias são temas de sugestões de vereadores

por Assessoria Comunicação publicado 22/10/2013 08h45, última modificação 20/09/2021 11h04

De janeiro até esta semana, os vereadores de Curitiba já protocolaram mais de 14 mil requerimentos solicitando melhorias na cidade. Dentre os pedidos frequentes estão mudanças nas calçadas das vias públicas (revitalização, instalação de ciclovias e bicicletários, por exemplo).  É o caso do vereador Jorge Bernardi (PDT), que pediu à prefeitura a realização de estudos sobre o calçamento conhecido como “petit pavé” (401.00490.2013). Segundo o parlamentar, “trata-se de um calçamento antigo, e com a falta de manutenção, está com muitos buracos, causando insegurança aos transeuntes”.

Implantação de calçada ou ciclovia na Rua Angelo Gai, entre as Ruas Jardim Julia Burbelo e Angelo Gabardo Parolin, no Bairro Umbará, foi apresentada pelo vereador Toninho da Farmácia (PP). O objetivo, segundo Toninho é “a melhoria na qualidade de vida da população, pois por este trajeto, há circulação de muitos alunos de escola próxima, que são obrigados a transitar pela rua, sendo a mesma muito estreita e com alto fluxo de veículos pesados” (401.00010.2013). Chicarelli (PSDC) sugeriu estudos quanto à possibilidade de se construir calçadas laterais ao longo da Rua David Bodziak na Vila Leonice, no Bairro Cachoeira (401.00167.2013). “A referida rua não possui calçadas para o tráfego de pedestres, o que vem causando muitos transtornos e provocando atropelamentos no local”, destacou Chicarelli.

Já o vereador Professor Galdino (PSDB) apresentou uma sugestão ao Executivo que consiste na implantação de calçadas feitas de pneus reciclados (401.00120.2013). Segundo o parlamentar, trata-se de uma ideia que já vem sendo adotada em várias cidades do mundo, como Washington, capital dos Estados Unidos. “As placas de borracha são de fácil instalação e manutenção, o que significa uma diminuição dos gastos. Além disso elas também têm vantagens ecológicas, pois são maleáveis e se adaptam á movimentação das raízes das árvores. A adoção desse sistema alternativo representaria uma economia para a administração pública municipal”, defendeu Galdino.

Ao solicitar a instalação de bicicletários em frente a estabelecimentos comerciais (401.00245.2013), o vereador Valdemir Soares (PRB) defendeu o uso da bicicleta como alternativa de transporte na cidade. “A bicicleta vem se configurando cada vez mais como uma alternativa viável para o desafogamento das vias de trânsito nas grandes cidades, portanto é necessário que a administração pública incentive seu uso. Entretanto, além disso, é necessário oferecer condições de segurança e conforto para os ciclistas e a presença de bicicletários em frente a estabelecimentos comerciais pode ser de grande valia”, afirmou.

Tico Kuzma (PROS) sugeriu ao Executivo Municipal que sejam realizados estudos para implantação de ciclovia na via rápida sentido Centro/Bairro, entre a Avenida Visconde de Guarapuava, no Batel, e a rua Mario Gomes Cézar, no Pinheirinho (401.00028.2013). “A implantação dessa ciclovia é facilitada pelo fato de que há espaço suficiente em um dos passeios laterais da via, que também poderá ser utilizada com fins de lazer”, defendeu o vereador.

O vereador Sabino Picolo (DEM) apresentou sugestão ao Executivo com a intenção de que se promovam estudos no sentido de impedir o trânsito de carrinhos elétricos por calçadas (401.00346.2013). “É necessário que tais veículos façam uso da via pública, pois nas calçadas a probabilidade de acidentes envolvendo pedestres é alta”, explicou o vereador.