Gestores apresentam novo organograma à Mesa Diretora da Câmara de Curitiba

por José Lázaro Jr. — publicado 24/01/2021 16h57, última modificação 24/01/2021 16h57
Estruturação interna do Legislativo foi atualizada no final de 2020. Gestores apresentaram-se e descreveram seu trabalho na CMC.
Gestores apresentam novo organograma à Mesa Diretora da Câmara de Curitiba

Diretor-geral, Daniel Dallagnol despediu-se do cargo, que exerceu de 2019 a 2020. Jussana Marques assume o posto em fevereiro. (Foto: Carlos Costa/CMC)

Na sexta-feira (22), a nova Mesa Diretora da Câmara Municipal de Curitiba (CMC) realizou atividade com os gestores do Legislativo, na qual cada um se apresentou e descreveu o trabalho da sua unidade conforme o organograma atualizado da CMC. Realizada a pedido do presidente, Tico Kuzma (Pros), a exposição acontecerá de novo no final de março, por videoconferência, na presença de todos os parlamentares. “Para servir a população, o trabalho dos servidores públicos é essencial”, disse, na abertura da reunião.

No decorrer de duas horas, os gestores percorreram o trabalho das 19 unidades gestoras da CMC. A atividade também marcou, simbolicamente, a troca de comando na direção-geral do Legislativo, uma vez que no início de fevereiro Jussana Marques substituirá Daniel Dallagnol no mais alto posto administrativo da instituição. “Não estava nos meus planos vir para CMC, mas estou agradecido pela oportunidade. Fiz amigos e saio daqui honrado, após dois anos de realizações”, disse Dallagnol. Antes do Legislativo, ele trabalhou por 25 anos no Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Antecipando que deseja trabalhar com educação corporativa, Daniel Dallagnol avaliou que o cargo de diretoria-geral da CMC consiste em “ser o elo entre as diretorias e a alta administração”, “mantendo o fluxo” entre ambos, “tendo o cuidado da agregação”. Acompanharam a atividade, além de Kuzma, o vice-presidente Alexandre Leprevost (SD), e os vereadores Nori Seto (PP), Leonidas Dias (SD), Mauro Bobato (Pode), Denian Couto (Pode), Indiara Barbosa (Novo), Amália Tortato (Novo), Salles do Fazendinha (DC) e João da 5 Irmãos (PSL).