Câmara de Curitiba lamenta falecimento de Marcelo Puppi

por Filipi Oliveira — publicado 07/01/2021 10h42, última modificação 07/01/2021 10h42
Prefeito reeleito de Campo Largo, o político tinha 61 anos e não resistiu às complicações do novo coronavírus.
Câmara de Curitiba lamenta falecimento de Marcelo Puppi

Marcelo Puppi nasceu em Campo Largo em 1959, foi eleito vereador e prefeito da cidade duas vezes. (Foto: Arnaldo Alves/Agência Estadual de Notícias)

A Câmara Municipal de Curitiba (CMC) lamenta profundamente a morte do prefeito reeleito de Campo Largo, Marcelo Puppi, vítima de complicações do novo coronavírus.

“Perdemos uma pessoa que trabalhou incansavelmente pela melhoria da qualidade de vida de quem mora e trabalha em um dos mais importantes municípios da região metropolitana de Curitiba. Não conseguimos imaginar a dor, mas prestamos condolências à esposa, aos filhos, familiares, colegas e amigos”, disse Tico Kuzma, presidente da CMC.

Marcelo Puppi nasceu em Campo Largo em 1959. Formado em Direito na UFPR, trabalhou na Assembleia Legislativa do Paraná entre 1982 e 1995 e na na Casa Civil do Governo do Paraná entre 1995 e 1997. Entre 2002 e 2004, Puppi foi consultor do Instituto Friedrich Naumann, uma das cinco maiores fundações políticas da Alemanha, mas já colaborava com a instituição desde 1991.

Em 2004, foi eleito vereador de Campo Largo e, por dois anos consecutivos, presidiu a Câmara Municipal do município. Em 2016, Marcelo Puppi foi eleito prefeito de Campo Largo e, no ano passado, reeleito para o cargo. No dia 1º de janeiro de 2020, tomou posse no Hospital do Rocio, onde estava internado desde 24 de novembro. Aos 61 anos, Marcelo Puppi deixa esposa e filhos.