Respondidos pedidos de informações sobre obras públicas

por Assessoria Comunicação publicado 05/12/2014 10h15, última modificação 28/09/2021 08h57

A execução de obras públicas foi tema de sete pedidos de informações da Câmara Municipal à Prefeitura de Curitiba respondidos no mês de novembro. Os requerimentos questionam a execução de pavimentação, do Laboratório Municipal, da Unidade de Saúde Campo Alegre, de convênios com o governo estadual e da reforma do Centro de Esporte e Lazer Dirceu Gresser, localizado na praça Oswaldo Cruz.

Na proposição 062.00356.2014, Tito Zeglin (PDT) questionou o Executivo sobre as máquinas recicladoras de pavimento (antipó). “Presente na malha viária de muitos bairros da nossa cidade, o velho antipó comprometido está gerando indignação por parte da população que paga os impostos e cobra uma medida rápida, de baixo custo e eficaz para a solução deste problema”, justificou.

Em resposta ao primeiro vice-presidente da Câmara de Curitiba, a prefeitura informou possuir duas recicladoras, em perfeito estado de conservação. A manutenção dos equipamentos em 2013 e 2014 teria custado R$ 103,5 mil e R$ 139,5 mil, respectivamente, sendo a maior parte do valor para a aquisição de dentes metálicos do tambor de reciclagem. Ainda conforme o ofício do Executivo, o custo para a implantação de asfalto com a máquina é de R$ 430 mil por quilômetro, com a capacidade diária de executar 300 metros lineares.

Serginho do Posto, no requerimento 062.00236.2014, questionou os convênios entre o Município de Curitiba e o Estado do Paraná para a pavimentação e outras obras públicas. Na resposta, a prefeitura apontou cinco convênios, formalizados entre 2010 e 2012, cujos objetos são o Parque Vista Alegre, habitações, marginal da BR-277 (suspenso), construção e reconstrução de unidades de saúde e a Copa do Mundo.

Em resposta à proposição 062.00334.2014, de Cacá Pereira (PSDC), a prefeitura disse que o Laboratório Municipal deve começar a funcionar neste ano. “As obras encontram-se concluídas e atualmente estão sendo instalados os equipamentos responsáveis pelas análises laboratoriais”, afirma o documento.

Pereira também apresentou o pedido de informações 062.00335.2014, sobre o prazo para o término das obras da Unidade de Saúde Campo Alegre, na Cidade Industrial. Segundo a Prefeitura de Curitiba, elas foram paralisadas porque o governo estadual está atrasando o repasse de recursos financeiros.

Colpani (PSB), no requerimento 062.00329.2014, também perguntou sobre as obras da unidade de saúde. O vereador apontou que, com a paralisação, o imóvel está sendo depredado, causando indignação aos moradores da região. Já Cristiano Santos (PV), na proposição 062.00333.2014, indagou a conclusão dos dois equipamentos públicos. “O Laboratório Municipal está com sua obra concluída, enquanto a Unidade de Saúde Campo Alegre está 58% concluída”, afirmou a prefeitura.

Jorge Bernardi (PDT), no requerimento 062.00330.2014, questionou o Executivo sobre a reforma do Centro de Esporte e Lazer Dirceu Gresser, localizado na praça Oswaldo Cruz. Conforme o ofício, as obras estão sendo licitadas e devem começar em dezembro, com a estimativa de conclusão em um ano, com a previsão de custo de R$ 3,5 milhões.

“Será feita a cobertura da piscina externa, antiga solicitação dos usuários, que permitirá o uso contínuo em dias de chuva e frio. Também será construída uma nova cobertura do Ginásio Esportivo utilizando tecnologia especial (com telhas tipo sanduíche, com maior durabilidade e resistência), além da colocação de novo piso de madeira adequado à prática esportiva. Haverá, ainda, o aumento da área da quadra e reforma dos vestiários e banheiros”, respondeu a administração municipal.

Consulta
As respostas aos pedidos de informações encontram-se no Sistema de Proposições Legislativas (SPL), na primeira aba do requerimento (“dados gerais”), em ofícios recebidos. Também podem ser localizadas pelo site da Câmara de Curitiba, em “Pedidos de informações à prefeitura” (menu “Processo Legislativo”), no mês de novembro.