Eleições 2020: Julieta Reis renuncia à candidatura

por Marcio Silva — publicado 30/10/2020 13h15, última modificação 03/11/2020 16h52
Com 73 anos de idade, a parlamentar soma 24 anos de trabalho como vereadora.
Eleições 2020: Julieta Reis renuncia à candidatura

Presidente da Comissão de Constituição e Justiça, Julieta Reis é a mulher com mais anos de atividade parlamentar no Legislativo da capital. (Foto: Rodrigo Fonseca/CMC)

A vereadora Julieta Reis (DEM), que buscava o sétimo mandato consecutivo na Câmara Municipal de Curitiba (CMC), renunciou à candidatura. O documento em que a parlamentar abre mão da disputa foi protocolado junto ao partido Democratas na última segunda-feira (26) e a situação de renúncia já aparece no sistema DivulgaCand, da Justiça Eleitoral.

Com 73 anos de idade, Julieta Reis soma 24 anos de trabalho como vereadora, sendo a mulher com mais anos de atividade parlamentar no Legislativo da capital. Para abdicar da candidatura, ela alega “motivos pessoais e de saúde, em função da pandemia que se abateu ao país pelo coronavírus”. A dificuldade em se fazer campanha durante a pandemia de Covid-19 também tirou da disputa a vereadora Maria Manfron (PP), que tem 63 anos de idade.

Atual presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e Procuradora da Mulher na CMC, Julieta Reis é conhecida por defender no Parlamento, especialmente, os feirantes, artesãos e o setor cultural da cidade. Nas eleições de 2016, recebeu 6.821 votos, tendo sido a terceira mais votada entre as oito mulheres eleitas.

Com a desistência de Julieta Reis, e o falecimento de Jairo Marcelino, fica em 32 o número dos atuais vereadores que vão disputar a reeleição. Já haviam informado que não iriam concorrer: Dona Lourdes (PSB), Maria Manfron (PP), Fabiane Rosa (sem partido) e Cristiano Santos (PV).

Histórico
Segundo a biografia publicada no site da Câmara de Curitiba, a parlamentar é autora de projetos de grande repercussão, como a regulamentação da instalação das antenas de telefonia celular (ERBs) e as leis que oficializam as feiras de Artesanato do Largo da Ordem e de Antiguidades da Praça da Espanha, além de feiras de bairros.

É formada em Artes Plásticas pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná e em Didática do Desenho pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR). Como servidora pública municipal, fez parte da equipe que organizou a Fundação Cultural de Curitiba (FCC), a Feira de Artesanato do Largo da Ordem, o Bondinho da Rua XV, o Centro de Criatividade do Parque São Lourenço e a Casa do Artesanato.

Restrições eleitorais
A cobertura jornalística dos atos públicos do Legislativo será mantida, objetivando a transparência e o serviço útil de relevância à sociedade. Também continua normalmente a transmissão das sessões plenárias e reuniões de comissões pelas mídias sociais oficiais do Legislativo (YouTube, Facebook e Twitter). Entretanto, citações, pronunciamentos e imagens dos parlamentares serão controlados editorialmente até as eleições, adiadas para o dia 15 de novembro de 2020, em razão da pandemia do novo coronavírus.

Em respeito à legislação eleitoral, não serão divulgadas informações que possam caracterizar uso promocional de candidato, fotografias individuais dos parlamentares e declarações relacionadas aos partidos políticos. As referências nominais aos vereadores serão reduzidas ao mínimo razoável, de forma a evitar somente a descaracterização do debate legislativo (leia mais).