Precisamos combater a violência contra a mulher, diz vereadora

por Assessoria Comunicação publicado 25/11/2013 11h15, última modificação 21/09/2021 07h39

O Dia Internacional da Não Violência Contra as Mulheres foi destacado pela vereadora Carla Pimentel (PSC), nesta segunda-feira (25), durante a sessão plenária. Segundo a vereadora, é preciso estimular ações para criminalizar esses casos e limitar a prostituição em Curitiba. “Precisamos combater a violência contra a mulher. Estimulando que haja igualdade de tratamento e respeito às mulheres”, destacou a parlamentar. Ela convidou os demais vereadores para,  no dia 27 de novembro, participarem de um seminário que o Legislativo promoverá para debater o assunto (leia mais).

O vereador Valdemir Soares (PRB) parabenizou a atuação da vereadora Carla Pimentel na defesa dos direitos da mulher. Para o parlamentar, é preciso incentivar as vítimas a denunciarem essa violação de direitos, para que haja um combate mais efetivo por parte do poder público. “Existe um número alarmante de mulheres que são vítimas da violência doméstica. Infelizmente muitas delas não procuram ajuda, não denunciam o agressor por medo e nem deixam a família saber que precisam de ajuda”, acrescentou.

Pedofilia

Carla Pimentel também salientou as quatro prisões por pedofilia realizadas pela Polícia Federal em Curitiba, na última semana. “Existe em Curitiba a manutenção de uma rede de exploração de crianças. Peço a atenção dos vereadores a esta prática que, por muitas vezes, tem sido maquiada. Curitiba tem alimentado essa rede de pedofilia internacional”, denunciou.

Segundo a vereadora, é preciso dar mais atenção aos assuntos relacionados às crianças. “As crianças são o reflexo daquilo que nós fazemos. Temos algumas campanhas de conscientização duvidosas, feitas por pessoas que outrora produziram vídeos pornográficos e hoje apadrinham campanhas de prevenção. Lamentavelmente nossas autoridades têm deixando de prestar atenção sobre esses temas”, apontou Carla.