Orçamento de R$ 7,3 bi é aprovado pela CMC em segundo turno

por Assessoria Comunicação publicado 10/12/2014 11h15, última modificação 28/09/2021 09h04

Os vereadores aprovaram, nesta quarta-feira (10), o projeto de Lei Orçamentária Anual para 2015. A votação, em segundo turno, encerra as discussões sobre como serão gastos, durante o ano que vem, R$ 7,3 bilhões em investimentos e manutenção dos serviços públicos – especialmente a rede municipal de saúde e de educação infantil, que são atribuições da Prefeitura de Curitiba (leia mais).

O texto da LOA 2015 pode ser consultado pela internet, dentro do Sistema de Proposições Legislativas (SPL), com o código 013.00011.2014. Lá é possível ter uma ideia, por exemplo, das estimativas de arrecadação e dos gastos por órgão público – para isso basta acessar os anexos ao texto principal, onde estão as tabelas explicativas. As 486 emendas aprovadas ontem à tarde, que não precisam passar por nova votação, também estão disponíveis para verificação no SPL (leia mais).

Os recursos destinados à Câmara Municipal, cujo orçamento para o ano que vem é estimado em até R$ 155,2 milhões (valor máximo), assim como a estimativa de despesas dentro do Legislativo, também podem ser consultados. Esse valor corresponde a 4,5% da soma de um conjunto de receitas municipais, mas não da integralidade do orçamento de Curitiba para o ano que vem (demonstrativo aqui).

“O orçamento de Curitiba foi sobejamento discutido ontem, por mais de quatro horas”, comentou o presidente do Legislativo, Paulo Salamuni (PV). “Quero novamente agradecer à Comissão de Economia, presidida pelo vereador Serginho do Posto (PSDB), assim como a equipe técnica da Câmara Municipal, que desde setembro estiveram ocupados com as leis orçamentárias. O bom trabalho de todos fez com que concluíssemos a análise dentro do prazo legal”, reforçou. A LOA 2015 segue para a Prefeitura de Curitiba, a quem cabe sancionar o documento e enviá-lo para publicação no Diário Oficial do Município.