Galdino pede à Prefeitura esclarecimentos sobre uso de aplicativos para serviços de táxi

por Assessoria Comunicação publicado 22/01/2014 11h20, última modificação 21/09/2021 11h08

A proibição da Urbs sobre o uso de aplicativos de táxi motivou pedido de informações do vereador Professor Galdino (PSDB), devido às recentes punições dadas a taxistas que utilizaram aplicativos para atender chamados de passageiros. Galdino questiona se atendendo à legislação vigente, os serviços utilizados através de smartphones e tablets poderiam ser liberados (062.00013.2014).

De acordo com Professor Galdino, é necessário que a prefeitura estabeleça um prazo para regulamentação do uso de aplicativos de dispositivos móveis, a fim de dar mais segurança aos usuários e permitir o uso de tecnologias que facilitem a vida do cidadão.

“Com o avanço da tecnologia, percebe-se um grave problema do poder público, que é sua morosidade. Os avanços sociais muitas vezes ocorrem com velocidade muito maior do que os ordenamentos jurídicos, gerando conflitos entre as inovações e as regulamentações arcaicas”, defende Galdino.

De acordo com o parlamentar, os cidadãos não devem ser impedidos de utilizar as ferramentas tecnológicas pela falta de agilidade na regulamentação dos serviços. “Confiamos que o Executivo Municipal buscará agilidade para realizar novas regulamentações que possibilitem o seguro funcionamento dos aplicativos para smartphones e tablets”, finaliza Galdino.

Informações ao turista

Outro pedido de informações encaminhado por Professor Galdino ao Executivo refere-se à listagem como dados sobre localização de pontos de informações turísticas da cidade, horário de funcionamento e número de servidores à disposição (062.00010.2014). O parlamentar questiona ainda os motivos que levaram ao fechamento do ponto de informação ao turista do Largo da Ordem.