Câmara lamenta a morte do ex-vereador Flavio da Costa

por Marcio Silva | Revisão: Filipi Oliveira — publicado 25/06/2020 14h20, última modificação 05/08/2020 11h14
O político exerceu mandato na quinta legislatura da Câmara Municipal de Curitiba (CMC), entre os anos de 1964 e 1968.
Câmara lamenta a morte do ex-vereador Flavio da Costa

Flavio da Costa foi vereador entre entre os anos de 1964 e 1968. (Foto: Divulgação/Site Lions International)

Faleceu nesta quinta-feira (25), aos 90 anos de idade, o ex-vereador Flavio Horizonte da Costa, que exerceu mandato na quinta legislatura da Câmara Municipal de Curitiba (CMC), entre os anos de 1964 e 1968. Além de político, Costa foi servidor do Legislativo, onde exerceu a função de diretor-geral, trabalhou como advogado, escritor e lecionou na rede estadual de ensino. O corpo será cremado ainda hoje e o velório será restrito aos familiares em função da pandemia da Covid-19.
O presidente da CMC, Sabino Picolo (DEM), o primeiro vice-presidente, Tito Zeglin (PDT) e o decano da Casa, Jairo Marcelino (PSD), lamentaram a perda e vão apresentar um requerimento de pesar, que será entregue aos familiares. Nascido em em Palmas (PR), em 17/10/1929, o ex-vereador deixa a esposa, Telesila Veiga da Costa, os filhos Cláudio e Clóvis Costa, que já foi ouvidor de Curitiba, cinco netos e uma bisneta.

Flavio Horizonte da Costa foi eleito em 06/10/1963 e tomou posse em dezembro do mesmo ano. Filiado ao Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), Costa somou 1.685 votos, tendo sido presidente das comissões de Legislação e Justiça e de Orçamento e Tomada de Contas, além de ter sido suplente de secretário da Mesa Diretora.

Em agosto de 2014, o ex-vereador, acompanhado da esposa, foi homenageado em uma sessão solene dedicada aos servidores aposentados do Legislativo.


Na ocasião, já aposentado havia 35 anos, ele comentou sobre a necessidade de se encontrar novas atividades para ocupar o tempo, após a aposentadoria. Ele disse que continuou trabalhando como advogado e desempenhou outros cargos no serviço público, além de ter escrito e publicado 10 livros.  “A gente nunca pode parar, é importante manter a cabeça funcionando”, disse.

Perfil
Flávio Costa foi vereador entre entre 1964 e 1968. (Foto: Divulgação)é filho de Manoel Pacheco da Costa e Zulmira Borne da Costa.  Cursou a Faculdade de Filosofia, Ciência e Letras da Universidade Federal do Paraná e a Faculdade de Direito de Curitiba. Foi aprovado em concurso público para professor de Ensino Médio (disciplina de História) do estado do Paraná, tendo ministrado aulas em diversas escolas;  e no concurso interno na Câmara Municipal de Curitiba. Ocupou outros cargos públicos, como o de escriturário da Secretaria de Justiça do Estado do Paraná.


Também exerceu diversas funções em entidades de classe e associativas, como  vice-presidente e diretor de finanças da Associação dos Professores do Paraná (APP) e diretor do Lions Clube de Curitiba-Bom Retiro. Como escritor, produziu obras técnicas, entre elas "Como se Naturalizar Cidadão Brasileiro" e diversos livros na área do esoterismo. Recebeu ainda o reconhecimento de várias entidades por sua atuação social, como o Diploma de Mérito  da Liga Paranaense de Combate ao Câncer Sócio, além de ter sido sócio fundador da Fundação Ecumênica de Proteção ao Excepcional, em 1995.

» Reprodução do texto autorizada mediante citação da Câmara Municipal de Curitiba.