Câmara debate regulamentação de loteamentos fechados na capital

por Assessoria Comunicação publicado 14/11/2013 12h30, última modificação 21/09/2021 07h17

A Câmara de Curitiba realiza, na próxima terça-feira (19), audiência pública com o tema “Os empreendimentos urbanos fechados”, promovido pelo vereador Jorge Bernardi (PDT). A audiência partiu da solicitação de moradores dos chamados loteamentos fechados, que eram permitidos por legislações antigas. O evento ocorre no plenário da Câmara, a partir das 14 horas.

Segundo Jorge Bernardi, cerca de 5.000 famílias vivem neste tipo de empreendimento na capital. “Os moradores estão preocupados com a falta de regulamentação desses loteamentos. Muitos administradores dessas associações de moradores são autuados pela prefeitura, por causa da cancela que dá acesso a estes loteamentos, por exemplo”, explicou.

Para o evento, Bernardi convidou moradores, profissionais de urbanismo, administradores públicos e profissionais da segurança para debater o assunto e possíveis soluções para o problema.

Conselho Municipal de Segurança Pública

A criação do Conselho Municipal de Segurança Pública também entra em debate na Câmara, na próxima semana. Na quinta-feira (21), a partir das 14h, no plenário da Casa, a Comissão de Direitos Humanos, Defesa da Cidadania e Segurança Pública realiza audiência sobre o projeto de Tico Kuzma (PROS), que cria o Conselho, e está em tramitação na Câmara (005.00052.2013).

“É preciso a participação de todos nas questões voltadas à segurança pública. Precisamos nos unir para combater a violência. Com a participação da sociedade civil, juntamente com os profissionais do setor, é possível enfrentar os desafios e ajudar a definir as prioridades e buscar as soluções para melhorarmos a segurança em nossa cidade”, disse Kuzma.

Foram convidados para o evento integrantes da Guarda Municipal, da Polícia Militar do Paraná, Gaeco, Delegacia de homicídios, Associação Comercial do Paraná, Conselhos Comunitários de Segurança entre outros.

Consciência Negra

Para a sexta-feira (22), a partir das 14h30, também no plenário da Casa, está programada audiência pública para discutir a “Construção da Igualdade Racial na Perspectiva de Gênero, Saúde, Educação, Trabalho e Cultura”.

Segundo a vereadora que idealizou o evento, Professora Josete (PT), “a audiência deve promover um momento de reflexão e avaliação, discutir os mecanismos de participação da sociedade no monitoramento das políticas de igualdade racial e, também, reforçar a luta da população negra pela conquista de seus direitos”.

Já confirmaram presença integrantes da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Comitê Pró-Equidade de Gênero e Raça, Centro Cultural Humaita, ACNAP (Associação Cultural de Negritude e Ação Popular dos Agentes da Pastoral de Negros) e a Rede Negras – PR, representantes da Cohab, Prefeitura, Secretarias de Educação e Trabalho e o Ministério Público.