Vereador Marcos Vieira (PDT)  |  2º mandato

Perfil, contato, comissões que participa, projetos e notícias

Vereador Marcos Vieira
Vereador Marcos Vieira assina o termo de posse da 18ª legislatura. (Foto: Rodrigo Fonseca/CMC)

Outras informações sobre Marcos Vieira

PartidoPartido Democrático Trabalhista (PDT)pdt-logo-1.png
Legislaturas
  • 18ª (2021-2024)
  • 17ª (2017-2020)
Comissões que participa
Frentes parlamentares que participa
GabineteAnexo II, Térreo, sala 3, com acesso pela rua Visconde de Guarapuava.
Telefones3350-4568 (Ramais 4567 a 4572)
Redes sociaisInsta.pngTwitter.pngYoutube.png
Site/e-mail
» marcos.vieira@cmc.pr.gov.br
Liderança ou função específica
  • 2º vice-líder da Bancada do PDT
  • Presidente da FP de Acompanhamento do Plano de Vacinação de Curitiba Covid-19
Nome civil/nascimentoMarcos Antonio Vieira;
Siqueira Campos (PR), 13/06/1974
Resultados eleitorais
  • 2020 (5.826 votos - PDT)
  • 2016 (5.980 votos - coligação PDT/PRB)


PERFIL DO VEREADOR

Marcos Vieira foi eleito pelo PDT com 5.826 votos para o segundo mandato consecutivo na Câmara Municipal de Curitiba. Natural de Siqueira Campos, interior do Paraná, ele é casado e tem duas filhas. É dos primeiros moradores do bairro Sítio Cercado, na região sul da cidade. 

Marcos Antonio Vieira, 46 anos. Nascido no interior do estado, veio para Curitiba quando tinha 15, junto com a família em busca de melhores condições de vida. É morador do Sítio Cercado, bairro onde conheceu sua esposa, Alessandra, e onde cria suas duas filhas: Amábily e Natalia. Formado em Administração com foco em Gestão de Negócios pela UniSantaCruz, tem especialização em Engenharia da Produção. Exerceu sua profissão durante anos no setor metalúrgico e automobilístico, sendo seu último cargo de liderança em uma grande multinacional sediada na Região Metropolitana de Curitiba, em 2016. 

Ainda na adolescência atuou na Pastoral da Juventude nas comunidades de base do Bairro Novo, hoje a Paróquia Profeta Elias. Também participou de projetos sociais e grandes eventos como as Romarias da terra, Grito dos Excluídos e Jornada Mundial da Juventude. É um dos fundadores do Grupo de Teatro Arte e Vida, responsável pela encenação da Paixão de Cristo da Regional Bairro Novo, que reúne em média 12 mil pessoas e conta com mais de 300 voluntários na produção. O vereador também ajudou a fundar o grupo SuperAmigos, que realiza a maior festa de Dia das Crianças do Sítio Cercado, atendendo cerca de mil crianças por ano. 

“Meu primeiro contato direto com a política foi em 2011, quando lideranças da região se reuniram e identificaram a necessidade de se eleger um real representante do bairro para a CMC, para ser a voz da população no Legislativo e lutar por melhorias e mais qualidade de vida”, conta. Em 2012, pelo PT - Partido dos Trabalhadores, ele disputou a vaga no Legislativo pela primeira vez, sem sucesso. Em 2016, já pelo PDT - Partido Democrático Trabalhista, foi eleito vereador com 5.980 votos. 

Em seu primeiro mandato, o parlamentar pautou a participação popular e qualidade de vida a toda pessoa, com projetos de lei, indicações e ações que valorizem os cidadãos e cidadãs de Curitiba, sobretudo os que mais precisam. “Aproximei o diálogo do Legislativo com as regiões mais periféricas, levei conscientização e formação e mantive as portas do mandato abertas para todos e todas, ouvindo e acolhendo cada pessoa que me procurou”, relata Vieira. 

Autodeclarado de centro-esquerda e com postura de “vereador independente” e fiscalizadora, Marcos Vieira atuou como líder da bancada do PDT, foi vice-corregedor e presidiu a Comissão de Educação, Cultura e Turismo. Também integrou as comissões de Constituição e Justiça e de Meio Ambiente, Desenvolvimento Sustentável e Assuntos Metropolitanos.  É autor de projetos de lei como o de primeiro emprego para jovens entre 16 e 24 anos; a atualização de propostas de iniciativa popular para que possam tramitar integralmente pela internet; o programa “Rua para Todos”; e ainda a mudança na lei para que empresas condenadas por corrupção não recebam qualquer tipo de benefício ou incentivo da prefeitura. Após ser reeleito com 5.826 votos em 2020, também pelo PDT, continua sua trajetória no Legislativo agora no segundo mandato.

» Com informações cedidas pelo mandato parlamentar.