Vereadora Sargento Tânia Guerreiro (PSL)  |  1º mandato

Perfil, contato, comissões que participa, projetos e notícias

Sargento Tânia Guerreiro (PSL)

Outras informações sobre Sargento Tania Guerreiro

PartidoPartido Social Liberal (PSL) Logo PSL
Legislaturas
  • 18ª (2021-2024)
Comissões que participa
Frentes parlamentares que participa
GabineteAnexo 1, 4º andar, sala 2, com acesso pela praça Eufrásio Correia.
Telefones3350-4610 (Ramais 4609 a 4614)
Redes sociaisInsta.png
Site/e-mail» 
Liderança ou função específica
  • 1ª vice-líder do bloco parlamentar Pode/PSL
  • 2ª vice-líder do PSL
Nome civil/nascimentoTania Mara Abrao Guerreiro; Sapopema (PR), 29/08/1959
Resultados eleitorais
  • 2020 (4.422 votos - PSL)


PERFIL DA VEREADORA

Na reserva da Polícia Militar do Paraná, após 35 anos na corporação, Tânia Guerreiro foi eleita vereadora de Curitiba, com 4.422 votos, em 2020. Natural de Sapopema (PR), é referência no combate à pedofilia e autora de manuais sobre prevenção do abuso sexual. Tem dois filhos.

Tânia Mara Abrão Guerreiro tem 61 anos de idade. Subtenente da Polícia Militar do Paraná (PM-PR), prefere ser chamada de Sargento Tânia Guerreiro, que é como foi eleita nas eleições de 2020. Após 35 anos de trabalho na corporação, ingressou na reserva da PM-PR, e irá se dedicar ao mandato na Câmara Municipal de Curitiba e às atividades de palestrante no combate à pedofilia.

Graduada em Pedagogia, especializou-se em Metodologia para o Enfrentamento à Violência Contra Crianças e Adolescentes, na Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR). Há 30 anos é palestrante no combate à pedofilia e é autora de quatro manuais sobre como prevenir o abuso sexual, dirigidos aos pais, aos professores, aos policiais e às crianças e adolescentes, para que não se tornem vítimas.

“Sou a única policial militar do Brasil especializada em combate e prevenção à pedofilia, com palestras no Brasil e exterior.
Trabalhei na Interpol no Canadá e na Hungria, como convidada em eventos sobre pedofilia, e no Movimento Nacional em Defesa da Criança Desaparecida e Vitimizada”, relata Tânia Guerreiro. Ela se define como “mãe, cristã, educadora e pedagoga”.

Por assumir o mandato na CMC, deixará de ser educadora do Proerd (Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência) - que é uma parceria da PM-PR com a Secretaria de Estado de Educação para realização de atividades formativas dentro das escolas. Antes do PSL, Tânia Guerreiro foi filiada ao PRTB e ao PSC.

» Com informações cedidas pelo mandato parlamentar.