Mês da mulher: 4 vereadoras de Curitiba já foram eleitas deputadas

por Fernanda Foggiato publicado 21/04/2020 23h55, última modificação 22/04/2020 00h29
Colaboradores: claudia.krüger
Reprodução do texto autorizada mediante citação da Câmara Municipal de Curitiba.

Das 24 vereadoras que já passaram pela Câmara Municipal de Curitiba (CMC) nos 70 anos de história desde a eleição da primeira mulher, a professora Maria Olympia Carneiro Mochel, 4 foram eleitas a outras casas legislativas. Em 2002, foram duas “baixas”: a advogada Drª. Clair tornou-se a primeira deputada federal do Paraná, enquanto Arlete Caramês, militante contra o sequestro de crianças, assumiu uma cadeira como deputada estadual.

Eleita à Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) no pleito de 2010, a cantora gospel Mara Lima deixou a Casa e assumiu o mandato em 2011. Ela agora está na terceira legislatura como deputada estadual. Em fevereiro de 2013, pouco depois de deixar a CMC, foi a vez da advogada Renata Bueno, primeira deputada ítalo-brasileira, eleita pelo colégio eleitoral da América do Sul. Ela ficou no cargo até o ano passado.

Dia Internacional da Mulher
No mês da mulher, a Câmara de Curitiba resgata um pouco da trajetória das mulheres na política. No dia 8 de março, elas mandaram um recado contra o feminicídio nas redes sociais. Em 2018, foi reinaugurada a Galeria de Vereadoras no hall de entrada do auditório da Câmara Municipal, um espaço que conta a um pouco da vida pública de cada mulher que passou pelo Legislativo, desde a primeira vereadora. Esse trabalho pode ser conferido pessoalmente ou no hotsite Vereadoras na Política de Curitiba.